Soluço no bebê: causas e como evitar

Seu filho vive soluçando e você não sabe se isso é normal ou não? Veja as principais causas e o que fazer para evitar o soluço no bebê.

Algumas mamães reparam que seu bebê tem soluço todos os dias e as vezes, mais de uma vez por dia, e isso as deixam preocupadas. A primeira pergunta que eu me fiz quando percebi o soluço constante foi “Será que é normal? ”.

Acredito que você também já tenha se feito essa pergunta várias vezes. Então, saiba algumas das principais causas e o que fazer para evitar e/ou parar o soluço no bebê.

Soluço no bebê é normal?

Como disse acima, percebi que meu filho quando ainda recém nascido tinha soluço direto e comecei a perguntar para todos se aquilo era normal. Tive diversas respostas, algumas me deixaram apavoradas outras atribuíram a situação até a causas supersticiosas  kkk.

Foi aí que resolvi perguntar para o pediatra, que me informou que é absolutamente normal principalmente nos primeiros meses. Pois é uma contração involuntária do diafragma causada por algo que irrite esse músculo (vou falar as causas dessa irritação daqui a pouco).

Disse também que o soluço não é algo novo para os bebês, pois eles soluçam antes de nascerem, quando ainda estão dentro de nossas barrigas. Ufaaa fiquei mais tranquila e espero que você também fique!

Quais são as causas?

Quando disse que são causados por alguma irritação no diafragma, tenho certeza que você se preocupou. Mas essa irritação é causada por coisas simples de resolver e necessariamente não estão ligadas a nada grave.

Os espasmos desse músculo são causados pelo ar que o bebê engole ao mamar, principalmente ao mamar rápido. Outra causa comum é o frio, seja por falta de roupinhas que o aqueçam ou seja apenas pela fralda molhada.

Os soluços não doem viu, eles apenas deixam o bebê incomodado algumas vezes.

Caso os episódios de soluço no bebê ocorram com muita frequência depois que ele completar um ano, procure o pediatra. Pois isso pode ser sinal de problemas gástricos como o refluxo, por exemplo.

Tem como evitá-los?

A resposta é SIMMMMM.

Se o seu bebê mama no peito, certifique-se de que ele está pegando no peito corretamente, para que ele não engula mais ar do que leite. Caso você perceba que ele mama rápido demais (o que facilita a entrada de ar) faça pequenas pausas tirando o peito ou a mamadeira dele por alguns instantes.

Uma forma de retirar um pouco do ar que entrou durante a mamada é colocando seu bebê para arrotar. Para ler sobre a importância de colocar seu bebê para arrotar clique aqui.

Para os bebês que fazem uso das mamadeiras, prefira sempre aquelas que foram desenvolvidas para que o ar não entre na barriguinha do bebê. Assim você evita o refluxo e as cólicas. Uma dica é a mamadeira Philips Avent.

Saiba mais sobre refluxo e também como acalmar o bebê com cólica.

Como parar o soluço?

Tem aquelas simpatias que todo mundo jura que dá certo, a mais conhecida é de mastigar uma linha e colocar na testa do bebê. Claro que não há nenhum estudo que comprove sua eficácia, mas não custa tentar né kkk.

Amamentar o bebê é uma boa solução, afinal fará que seu diafragma normalize, parando com os espasmos. Agasalhar o bebê (se necessário) também vai ajudar.

Não esqueça de colocar o bebê para arrotar todas as vezes que mamar. E mesmo que ele tenha arrotado, caso o soluço comece, deixe um pouco inclinado – que se não saiu todo o ar com o arroto assim ele sairá.

Tem alguma dica para parar o soluço no bebê? Deixe seu comentário. Curta e compartilhe o texto com as mamães e para nos ajudar a divulgar.

Inscreva-se em nossa lista de e-mail.

 

 

 

Comentarios