Cuidados com a moleira

Certamente você já ouviu alguém falando sobre os cuidados que devemos ter com a moleira do bebê. Mas você sabe por quê? Então, confira!

Todo mundo sabe que o recém-nascido carece de muitos cuidados especiais. E se tem uma região que preocupa os pais é a tal da moleira. O nome oficial desta região é fontanelas.

Ouvimos falar tanta coisa que acabamos ficamos com medo de machucar esta parte delicada do corpinho do nosso bebê. Mas você sabe qual o motivo de tanto receio?

Continue lendo o texto e tire sua dúvidas sobre a moleira do seu bebê.

Para saber mais cuidados com seu recém-nascido clique aqui.

O que é moleira?

São aberturas no osso do crânio do bebê que contraem facilitando a passagem da cabeça do recém-nascido pelo canal vaginal e permite que o cérebro cresça de forma adequada durante o desenvolvimento do seu filho após o nascimento.

Depois do parto o crânio pode apresentar algumas deformações, devido aos movimentos do útero para expulsar a criança. Porém, quando as imperfeições tem essa causa, nas primeiras semanas após o nascimento o formato da cabecinha volta ao normal.

Desenvolvimento do cérebro

No primeiro ano da vida do seu bebê, o cérebro irá crescer metade do tamanho que ele terá quando adulto. É isso mesmo que você leu, nesta fase ele crescerá 50% do total pelo restante da vida.

No ano seguinte ele irá crescer mais um pouco, chegando quase ao tamanho total do cérebro adulto. E neste período que as fontanelas vão se fechando gradualmente e por isso, essa fase exige tanto cuidado.

Cuidados que devemos adotar

Como é uma região muito sensível, veja alguns cuidados com a moleira do bebê:

Faixas e enfeites de cabelo: tome muito cuidado com o tipo de acessório que você coloca na cabeça do bebê, pois nesta região passam nervos que não podem ser comprimidos. Por mais que não causem grandes prejuízos, use com moderação.

Travesseiros: alguns travesseiros podem causar deformações cranianas e a síndrome da cabeça chata. Procure modelos que evitem esse problema como o Travesseiro memória médio ClevaFoam Clevamama que diminuiu a pressão cerebral em até 50%.

 O que é normal na moleira?

Se você sentir ela pulsar, principalmente quando ele chorar, fique tranquila é absolutamente normal. Isso ocorre por conta a pressão arterial. Observe apenas se o pulsar não é muito forte e se não está acompanhada de febre, mesmo que baixa.

E o que não é normal?

O fechamento rápido (até o sexto mês) ou o atraso no fechamento (depois dos dois anos) devem ser acompanhadas por um médico, pois podem ser preocupantes.

Moleira afundada, também não é normal. Pode ser indicio de desidratação. Moleira abaulada ou achatada pode ser sinônimo de excesso de vitamina A ou alguma infecção.

Ao reparar qualquer um destes sinais procure seu pediatra imediatamente para que ele peça exames e indique o tratamento adequado, caso seja necessário.

 

Ainda tem dúvidas sobre o assunto, deixe seu comentário. Não esqueça de curtir e compartilhar com outras mamães.

Inscreva-se em nossa lista de e-mail para receber conteúdo exclusivo.

 

 

 

Comentarios