Tosse no bebê e agora?

em

Conheça algumas medidas simples para tratar e aliviar o desconforto da tosse no bebê.

 

É só baixar a temperatura que a tosse no bebê aparece e pode ser causada por diversos motivos, entre um simples resfriado ou algo que exija mais cuidados, como uma alergia.

Além disso, ela gera muito desconforto e pode deixar seu bebê bem chatinho. Veja algumas dicas e quando você realmente deve se preocupar com esse mal, lendo o texto completo.

Leia também como cuidar do resfriado do bebê.

Quando devo me preocupar?

Uma coisa é certa, quando algo acontece com nosso bebê, sempre ficamos preocupadas. Mas precisamos observar e manter a calma (sei que nem sempre a gente consegue). Por isso, observe se o seu bebê:

  • Está tossindo a uma semana sem nenhum sinal de melhora;
  • Se ele estiver com o peito chiando ou fazendo barulho;
  • Caso a respiração esteja acelerada e com dificuldade para respirar;
  • Se a tosse vier acompanhada de febre;
  • Quando o bebê tem alguma doença crônica no coraçãozinho e pulmãozinho;
  • Se houver manchinhas de sangue no catarro;
  • E se o seu bebê tiver até três meses de vida.

Vale lembrar que não é preciso que tenha todos estes sintomas, mesmo que um deles venha isolado procure seu pediatra ou serviço de saúde rapidamente.

Mas, quais podem ser a causa da tosse?

Como já felei, as causas são inúmeras, mas vou listar as causas mais comuns de tosse no bebê e sintomas para identificá-las:

Gripe e resfriado: ela vem acompanhada de nariz congestionado e escorrendo, falta de apetite, espirros e poderá perceber febre baixa. Para monitorar febre de forma fácil e rápida, use um termômetro digital sem toque.

Leia mais sobre febre no bebê, clicando aqui.

Bronquiolite: bem semelhante ao resfriado no inicio, mas em algumas crianças o vírus pode agravar os sintomas. Lembre-se que a bronquiolite, não é a mesma coisa que bronquite (inflamação nos brônquios).

Laringite: além da tosse parecida com a de um cachorro, a criança pode ficar rouca e ter febre. Porém, é uma doença menos grave que os sintomas podem sugerir.

Refluxo: quando a tosse não vem acompanhada de sintomas de resfriado e ocorre na hora de dormir e depois das mamadas. E devido a essa tosse o leite acaba voltando.

Inalar ou engolir objeto: Mais comum em crianças que já se movimentam pela casa. Não terá nenhum outro sintoma associado e em caso de suspeita, o pediatra irá pedir uma radiografia.

Outras possíveis causas mais graves, são:

Coqueluche: é uma doença perigosa, principalmente em bebês menores de um ano. Ao respirar fundo ou tossir, o som será diferente dos chiados causados pelo problemas acima, ele é bem característico.

Pneumonia: tosse acompanhada de dores no corpo, arrepios, febre alta e os sintomas só vão piorar com o passar dos dias.

Asma: crianças que tem asma, tendem a tossir muito, principalmente no período da noite. E como ela vem a dificuldade para respirar, barulho na respiração e uma congestão no peito mais severa.

Alergias: podem ser causadas por agentes encontrados no ambiente onde vivem, como poeira, pelo de animais, cigarro e ácaros por exemplo. Os sintomas também são parecidos a de um resfriado, porém a secreção que sai do nariz é transparente e desconforto não passa com os dias.

É importante, observar a tosse no bebê e que procure um médico ou unidade de saúde para que o diagnostico seja correto e o tratamento, quando necessário, comece o quanto antes para evitar que se agravem.

Posso dar xarope?

Um remedinho muito comum são os xaropes para tosse, tanto os vendidos em farmácia quando as receitinha caseiras, que nossas avós e mães tem na ponta da língua.

Porém, o ministério da Saúde recomenda que xarope não deve ser dado a uma criança menor de um ano, salvo com orientação médica e na dose indicada. Pois, a dose errada pode tanto não resolver ou até causar a morte.

Nunca dê por conta própria, pois pode ser perigoso, piorando ou causando outros problemas.

Como mel é um alimento que não pode ser dado para bebês antes de 12 meses de vida, devido a riscos que ele apresenta e os caseiros tem ele como base, é melhor evitar.

Saiba quando dar mel para o bebê.

 

Ainda tem dúvidas sobre tosse no bebê? Deixe seu comentário, curta, compartilhe e marque as amigas. Não se esqueça de fazer a inscrição em nossa lista de e-mail.

 

 

 

 

 

 

Comentarios