Diabete Gestacional

Conheça o que é, os sintomas, tratamentos e se tem como evitar a diabete gestacional.

A gravidez é um período maravilhoso, não é mesmo? Mas também pode trazer alguns probleminhas para a mamãe que nem sempre são tão fáceis assim.

Um deles é a diabete gestacional, que podem acontecer com mulheres que estavam muito longe da diabetes antes de engravidarem.

Veja o que é, os sintomas e tratamentos para essa condição lendo o texto na íntegra.

Se você não sabe o que é ingurgitamento mamário clique aqui.

O que é diabete gestacional?

Ela surge durante a gravidez deixando os níveis de açúcar no sangue mais alto que o normal. Mas que depois do parto ela se normaliza sozinha.

É causada pela dificuldade do corpo em produzir insulina extra para controlar o açúcar no sangue para atender as demandas do bebezinho. Normalmente, ocorre da metade da gestação em diante.

As mudanças hormonais também podem atrapalhar a produção da insulina e alterar a glicose no sangue causando a diabete gestacional.

Por isso, assim que o resultado de gravidez for positivo, o médico irá pedir um exame de glicose para medir os níveis de açúcar e verificar se estão normais ou não. Conforme o resultado ele poderá pedir outros exames para detectar se há possibilidade de você a desenvolver durante este período ou não.

Quais são os sintomas?

É muito difícil determinar se você tem ou não a diabete gestacional sem os exames de sangue. Então, faça um acompanhamento pré natal adequado para realizar todos os teste necessários e ver como anda sua saúde nesta nova condição.

Mas, se você já teve diabete gestacional em outra gravidez, se o seus filhos anteriores foram considerados grandes, sofre de obesidade, tem idade mais avançada ou parentes que usam insulina suas chances de desenvolver este problema aumentam.

Leia sobre as novas condições para o pré natal.

Como tratar a diabete gestacional?

O segredo sempre é uma dieta saudável, com frutas, folhas e vegetais. Por isso, evite doces, produtos industrializados, bebidas com cafeína e carboidratos refinados.

Seu médico certamente pedirá um acompanhamento pré natal mais frequente, com exames de sangue e ultrassons, para ver se tudo anda bem, o tamanho do bebê e o volume do liquido amniótico.

Em casos que o controle da alimentação, não for suficiente, o profissional de saúde poderá recomendar injeções de insulina para controlar os níveis de açúcar no sangue.

Exercícios físicos também são ultra recomendados para baixar a glicose no sangue. Mulheres que se exercitam antes de engravidar tem menos chances de desenvolver a diabete gestacional.

Mulheres que já são diabéticas antes de engravidar devem ter acompanhamentos mais rigorosos para que não ocorram maiores problemas no decorrer da gravidez e com o bebê.

Você teve diabete gestacional? Conte nos comentários o que aconteceu. Não se esqueça também de curtir e compartilhar o texto com outras mamães para que fiquem por dentro do assunto.

Inscreva-se em nossa lista de e-mail para saber das promoções da nossa loja  em primeira mão e receber conteúdo exclusivo.

 

Comentarios

Faça parte da minha lista! Saiba das novidades e ainda ganhe um presente: Um cupom de 10% de desconto para usar na nossa loja.

Barbara Bedim

Olá, eu sou a Barbara, mãe, nutricionista, apaixonada pelo mundo da maternidade, fundadora da loja virtual Empório do Bebê e Cia. Em nosso blog, as grávidas e mamães encontram um conteúdo transformador sobre esse universo da maternidade, para que a sua experiência se torne cada vez mais feliz e plena.

Website: http://emporiodobebeecia.com.br