Posso pintar o cabelo na gravidez?

Dúvida de muitas futuras mamães é se pode ou não pintar o cabelo na gravidez. Se você quer saber se isso é mito ou verdade, confira.

Mulheres que pintam o cabelo, principalmente por conta dos brancos ou de cores mais claras que o tom natural do seu cabelo, ficam preocupadas ao decidirem engravidar.

Afinal, nenhuma de nós quer ficar com aparência de desleixo e com os cabelos feios. É por isso, que esse assunto gera muita dúvida e até medo entre as futuras mamães.

Então, será que pode ou não pode pintar o cabelo na gravidez? Confira!

Pode ou não?

Assim como vários outros assuntos, pintar o cabelo na gravidez gera muita divergência de opinião, tanto das mamães quanto dos profissionais de saúde. Mas, sobre esse assunto, não encontramos muitos estudos que possam nos dizer se é mito ou não.

Os poucos que atribuem problemas na formação fetal, aos componentes da tintura, não chegaram a ser comprovados por outros estudos e indicam que as doses para que ocorra problemas, são maiores que as presentes nestes produtos.

A Organização de Serviços de Informação sobre Teratologia (Otis – sigla em inglês), que divulga internacionalmente assuntos e dados sobre os riscos na gestação, não divulgou nenhum relato de que tinturas para cabelo, tenham causado danos neste período. O órgão também diz que a química destes produtos são baixas e pouco absorvidas pelo nosso organismo.

Porém, se tratando de médicos, muitos não indicam que uma mulher faça uso de tinturas durante o primeiro trimestre de gestação (12 semanas). Pois se trata de uma fase de formação dos tecidos e órgãos do feto. E ainda há aqueles que só liberam pintar o cabelo na gravidez, depois de 20 semanas e desde que não seja feita a raiz dos cabelos.

E agora?

Como não é um assunto que tenha algo conclusivo e definitivo, o ideal é consultar seu médico, tirar dúvidas e seguir as orientações dele em relação ao assunto.

O que posso fazer então?

Se você não desejar esperar o final da gestação ou não aguenta sua aparência por conta da raiz por fazer e cabelos brancos, você poderá procurar por soluções que não sejam as tintas semi ou permanentes.

Os tonalizantes de curta duração podem ser uma opção, já que são menos agressivos aos cabelos, serem de fácil aplicação e não entrarem em contato com a raiz capilar.

As hennas são outra opção de colorir o cabelo de forma natural. Mas, garanta que o produto escolhido é 100% natural e não misturados com outros produtos químicos.

Cuidados

Ao escolher um salão para  pintar o cabelo na gravidez, certifique-se que seja um lugar ventilado, para não inalar vapores químicos, que o profissional seja qualificado e que dure o menor tempo possível.

Caso faça sozinha em casa, procure um local arejado também, siga as recomendações do fabricante, use luvas e enxague muito bem os cabelos. Não esqueça de não aplicar na raiz.

 

E você, decidiu pintar o cabelo na gravidez ou não? Deixe seu comentário nas redes sociais. Não se esqueça de curtir e compartilhar o texto com outras mamães.

Comentarios

Faça parte da minha lista! Saiba das novidades e ainda ganhe um presente: Um cupom de 10% de desconto para usar na nossa loja.

Barbara Bedim

Olá, eu sou a Barbara, mãe, nutricionista, apaixonada pelo mundo da maternidade, fundadora da loja virtual Empório do Bebê e Cia. Em nosso blog, as grávidas e mamães encontram um conteúdo transformador sobre esse universo da maternidade, para que a sua experiência se torne cada vez mais feliz e plena.

Website: http://emporiodobebeecia.com.br